5 mais: Agra

O Aqui é Assim selecionou para a Série Fotográfica as 5 mais: Agra. A cidade mundialmente conhecida por abrigar o maior templo dedicado ao amor de todos os tempos em imagens que contam um pouco da sua história e da sua riqueza arquitetônica.

1. O imponente Forte de Agra foi construído em arenito por volta de 1500 na curva do Rio Yamuna. Possui 2 km de extensão e 20 metros de altura. Foi residência de três imperadores mongóis e à primeira vista parece um bloco de arenito só, mas seus detalhes compreendem várias épocas e estilos diferentes.

Agra Fort
Agra Fort

2. A visão do Rei Shan Jahan do Taj Mahal a partir do Forte de Agra. O objetivo era interligar o mausoléu do amor, por uma ponte dourada, a um prédio preto de igual tamanho do outro lado do rio. A base da construção chegou a ser iniciada, mas o rei foi enclausurado por um de seus filhos no grandioso forte.

Taj Mahal visto a partir do Forte de Agra
Taj Mahal visto a partir do Forte de Agra

3. O Taj Mahal, famoso monumento dedicado ao amor, levou 16 anos para ficar pronto e foi todo construído em mármore e pedras preciosas. A uma certa altura do sol, quando batem os raios em uma de suas laterais, é possível ver as pedras preciosas e semipreciosas utilizadas na construção reluzirem.

Taj Mahal
Taj Mahal

4.  Baby Taj, em menores dimensões, também surpreende pela delicadeza dos desenhos das pedras semipreciosas e pela arquitetura que serviu de inspiração para a construção do Taj Mahal anos mais tarde. Construído como um mausoléu para os sogros do Rei Shan Jahan, o prédio representou um marco arquitetônico com uso do mármore em pietra dura, já que até então a característica das construções era o arenito vermelho.

Baby Taj
Baby Taj

5. O Fatehpur Sikri, um marco da Era Akbar, fica a cerca de 40 km de Agra. A construção demorou 15 anos para ficar pronta e foi toda esculpida em pedra, chegando as vezes a confundir com madeira, tamanha a perfeição dos detalhes. O imperador Akbar, viveu pouco mais de uma década lá, pois, embora tenha planejado várias edificações, colunas e jardins, faltou planejamento quanto ao abastecimento de água e por isso é conhecida como a cidade abandonada.

 Fatehpur Sikri
Fatehpur Sikri

Por Bibiana Camargo

Edição de Fotografia de Cristian Ferrari

Bibiana Camargo adora viajar e descobrir novos lugares e sabores. Trabalhou na Câmara dos Deputados em Brasília e atualmente mora em São Paulo, onde trabalha no Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. É formada em Relações Internacionais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e graduanda em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Cristian Ferrari é fundador da Creative Design, empresa localizada em São Paulo, que tem como missão criar peças de identidade visual que reflitam o espírito da sua empresa. Como fotógrafo realizou sua 1ª exposição em 2008, recebendo diversos prêmios desde então pelo seu trabalho. É formado em Turismo pela Universidade Paulista e Técnico em Comunicação Visual pela ETEC Carlos de Campos.

Sobre Aqui é Assim

Check Also

5 mais: Londres

O Aqui é Assim selecionou para esta Série Fotográfica: as 5 mais Londres.  Da London …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *